Vocalista do Ghost, agradece haters pelo sucesso da banda

Tobias Forge, vocalista do Ghost, revelou que os comentários negativos sobre o Ghost trazem um impacto positivo para a banda. Em entrevista à Metal Hammer, o cantor agradeceu aos “haters” que aumentam a repercussão dos músicos.

“Quando você está no início de sua carreira, especialmente nos dias de hoje, passa muito tempo pesquisando o que está acontecendo, porque precisa se alimentar de tudo o que está acontecendo com a banda. Então notei que havia muita ‘controvérsia’ e muitas opiniões contraditórias”.

“É surpreendente que eles não entendam que quanto mais eles falam de nós, maior o tráfego de informações sobre nossa banda. Mais do que teríamos se eles não tivessem falado”, disse o músico.

Ele completou: “Alguns meses atrás, com base nos metadados, um site fez uma lista das maiores bandas de metal. Nós éramos o número quatro, e isso é graças a essas pessoas que continuam [nos] odiando […] Então, eu não tenho nada além de agradecimentos para eles. É assim que todas as bandas fizeram a carreira delas”.

Forge ainda falou sobre a maioria dos comentários que acusam a banda de ser uma cópia do Mercyful Fate e a controvérsia criada pelos “haters” em relação ao último disco, Prequelle.

“Eu notei. Eu notei no início. Eu acho que é a mesma velha discussão: ‘Ghost é uma banda de metal’? Nós somos um clone do Mercyful Fate’? É a mesma coisa. Mas, agora, essas pessoas estão dizendo que Prequelle não é tão bom, porque não é um clone do Mercyful Fate”, contou o vocalista.

Por fim, ele disse: “Isso me preocupa? Realmente não. Se eles estão falando merda sobre mim, isso é uma coisa, especialmente se é alguém que eu conheço. Isso pode machucar profundamente […] Você acha que Lars Ulrich se envergonharia toda vez que as pessoas falassem merda sobre o Metallica? Foda-se”!

\m/ Long Live Rock! \m/

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta