Tony Iommi afirma que houve conversas sobre um filme biográfico do Black Sabbath

Em uma nova entrevista, Tony Iommi foi questionado se as lendas do metal estariam ou não seguindo os passos de Queen, Elton John e Mötley Crüe, que lançaram filmes sobre suas vidas nos últimos anos.

“Sim, falamos sobre isso e não sei o que aconteceu”, disse ele à Spin. “Meio que saiu pela janela quando toda essa coisa [pandemia de coronavírus] começou. Mas estávamos falando sobre provavelmente 18 meses atrás sobre fazer o filme biográfico. Eu não ouvi muito mais [sobre o filme]”.

Durante uma sessão de Ask Me Anything no Reddit no ano passado, feita para promover seu álbum Ordinary Man, o líder do Black Sabbath, Ozzy Osbourne, disse brincando que queria que Denzel Washington o interpretasse no hipotético filme biográfico.

No início da semana anterior, Iommi discutiu um vazamento de uma música inédita do Black Sabbath. O astro afirmou que “não está nada feliz” com isso.

A faixa, intitulada “Slapback”, foi enviada ao YouTube no início deste mês por Gary Rees. Ele é enteado do tecladista de longa data da banda, Geoff Nicholls e gerente de sua propriedade.

“Slapback” apresenta Ronnie James Dio nos vocais e supostamente data das sessões de 1979 do LP Heaven And Hell da banda.

Enquanto isso, Roger Taylor do Queen abordou o prospecto de uma sequência de Bohemian Rhapsody mais uma vez. Conforme Taylor, é improvável que isso aconteça.

O filme sobre a carreira da banda chegou aos cinemas em novembro de 2018. Além disso, tornou-se o filme biográfico musical de maior bilheteria de todos os tempos, arrecadando mais de US$ 1 bilhão em bilheteria mundial. Também rendeu Rami Malek, que interpretou o falecido Freddie Mercury, um Oscar de Melhor Ator.

\m/ Long Live Rock! \m/

Tags , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta