The Pretty Reckless, de luto pelo Rock, dá início a divulgação de novo disco

Morte! Sim, essa é a ideia primária que Taylor, frontwoman da banda estadunidense de metal alternativo, Pretty Reckless, nos traz para o momento. Talvez no sentido da morte do Rock, ou no peso do enterro dos grandes músicos que acrescentaram ao gênero, como referência?

A morte de alguns amigos e de grandes nomes do Rock deixaram a saúde mental de Momsen fragilizada; primeiro a esposa do ex-produtor (Kato Khandwala) da banda, a Lisa (2014), e depois vem a morte do ex-vocalista do Soundgarden e Audioslave, Chris Cornell (2017), a qual a banda estava em turnê e hospedados no mesmo hotel que o cantor se enforcou, seguido da morte do ex-vocalista do Linkin Park, Chester Bennington (2017), e por fim o próprio Kato (2018) que ajudou a montar os membros da formação do grupo hoje, tendo Momsen se pronunciado, prestando condolências a todos esses em suas redes sociais.

Taylor passou um bom tempo longe das redes sociais lutando com o luto de seus amigos, e também contra seus próprios demônios, a ansiedade e depressão. Passado 4 anos desde o último álbum, Who You Selling For (2016), a banda trabalhou num período de quase dois anos no estúdio para o novo álbum, que sairá no fim do ano, ainda sem data prevista. Mesmo com os agravantes de 2020, como o covid-19, tudo indica que a banda retornará com força através do “Death by rock and roll”, nome do novo álbum de estúdio.

Hoje, primeiro de maio, a banda dá início a divulgação do Death By Rock and Roll, atualizando todas as fotos de perfil e capas nas redes sociais com uma imagem em preto, em alusão ao luto pela morte do Rock no título do novo disco, “Death by Rock and Roll”.

\m/ Long Live Rock! \m/

Tags , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta