Marilyn Manson é processado por abuso sexual por sua ex-assistente, Ashley Walters

Ashley Walters, ex-assistente de Marilyn Manson, abriu processo contra o cantor, alegando uma série de crimes, como agressão sexual, assédio sexual e inflição intencional de sofrimento emocional.

Walters é uma entre mais de uma dúzia de mulheres a apresentar alegações de agressão sexual contra Manson e a segunda mulher a apresentar uma ação judicial contra o cantor – a primeira foi da atriz Esmé Bianco, de Game of Thrones, em abril de 2021.

Continue lendo

Bob Dylan é processado por Claudia Levy, viúva de antigo colaborador, por vendas de direitos das músicas

Após Bob Dylan vender direitos de toda discografia por mais de R$ 1,5 bilhão, em dezembro de 2020, Claudia Levy, viúva de antigo colaborador, processou o cantor estadunidense e alegou que eles não foram suficientemente compensados ​​pelos créditos de composição. A informação é do NME.

Continue lendo

Yoko Ono processa ex-assistente de John Lennon

Yoko Ono voltou a processar ex-assistente de John Lennon, com acusações de que ele estaria novamente com a intenção de lucrar em cima do artista, apesar de ter recebido uma ordem para não fazer exatamente a mesma coisa há cerca de 20 anos atrás. A informação é do TMZ.

Continue lendo

Processo da Warnner Bros. contra o Avenged Sevenfold vai a julgamento em dezembro

De acordo com o The Hollywood Reporter, o processo contra a banda Avenged Sevenfold movido pelo seu antigo selo, Warner Bros. Records, poderia estabelecer um novo precedente legal se ele realmente for julgado em dezembro. A Warner Bros foi processou a banda no final de 2015 depois que a ela deixou o selo citando a “regra dos sete anos” do código de trabalho da Califórnia (California Labor Code). A regra permite que as partes apenas revogem os contratos após sete anos, se existirem condições desfavoráveis. Quase todos, se não todos, os casos semelhantes na Califórnia foram resolvidos fora do tribunal antes do julgamento. Continue lendo