Cannibal Corpse lamenta censura em ‘Violence Unimagined’ e acha ridícula

Cannibal Corpse é uma banda conhecida pela estética brutal e extrema, desde o som até letras e clipes. A capa do mais recente álbum da banda, Violence Unimagined, foi considerada gráfica demais para o público geral e, infelizmente, o grupo precisou trabalhar em uma versão censurada da imagem para divulgar o álbum.

Feita em parceria com o colaborador de longa data Vince Locke, a capa original mostrava a mesma mulher demoníaca com um feto. Em entrevista ao site Heaviest of Art sobre o assunto, o baterista Paul Mazurkiewicz explicou o conceito da imagem ao lado do artista.

Continue lendo