Sepultura foi proibido de tocar no Líbano por acusações de ‘adoração ao diabo’

Segundo o site Albawaba, as autoridades libanesas proibiram o a banda Sepultura de se apresentar no país, acusando o grupo de “insultar o cristianismo” e de ser “adoradores do diabo”.

A promotora de shows Skull Session anunciou na sexta-feira (19 de abril) que as autoridades se recusaram a processar os vistos dos integrantes da banda, obrigando-os a cancelar o show no distrito de Hamra, em Beirute, no dia 28 de abril.

A Skull Session disse ao The New Arab que eles não tinham permissão para ver a “ordem de proibição” do grupo, mas receberam informações de oficiais que viram o documento.

“Basicamente, o que soubemos é que eles são considerados adoradores do diabo, que desrespeitaram o cristianismo e que eles se apresentaram em Israel”, disse Skull Session. “Afirmações que, é claro, não são verdadeiras.”

Embora o Sepultura não tenha se apresentado anteriormente em Israel, o clipe da clássica “Territory”, de 1993, foi filmado em Israel e Palestina e conta fotos da banda posicionadas desafiadoramente ao redor de lugares icônicos como o Mar Morto, tecidas com imagens evocativas do conflito de lá.

Viajantes com carimbos israelenses em seus passaportes não podem entrar no Líbano. Mesmo que seus documentos de viagem não possuam carimbos ou vistos israelenses, pessoas que buscam entrar na República do Líbano que já tenham viajado para Israel ainda podem ser presas e / ou detidas se essa viagem for divulgada.

O Sepultura já havia tocado na região, tendo se apresentado em Dubai cerca de dois anos antes. A banda está pronta para tocar a cidade novamente no mês que vem.

A banda ganhou as manchetes em 2016 quando o show no Cairo foi cancelado no último minuto pelas mesmas acusações de “adoração ao demônio”.

No início dos anos 2000, havia forte oposição ao Heavy Metal no Líbano. As pessoas seriam presas nas ruas por usarem uma camiseta de Heavy Metal, que muitos acreditavam ser satânica.

Elia Mssawir, que ajuda a organizar o Festival de Metal de Beirute, disse à CNN no ano passado que a cena do Metal é amplamente aceita no Líbano e que a maioria das pessoas a entende como uma forma de arte.

\m/ Long Live Rock! \m/

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta