Roy Khan retorna em novo álbum da banda de Prog Metal Conception

Duas décadas depois os noruegueses da banda de Progressive Metal Conception, retornam juntamente com Roy Khan (ex-Kamelot) e lançarão seu quarto álbum de estúdio intitulado “State Of Deception” em 3 de abril pelo selo Conception Sound Factory da própria banda. Além disso, planejam sairem em uma turnê européia completa no final do ano.

“State Of Deception” segue um intervalo de 20 anos, durante o qual os membros da banda Khan, Tore Østby, Ingar Amlien e Arve Heimdal permaneceram amigos o tempo todo, e o lançamento do álbum marca uma evolução completa da banda.

Khan diz: “A recepção que recebemos dos fãs tornou quase inevitável a gravação de um novo álbum; eles teriam se revoltado se não divulgássemos isso. Mas estamos muito orgulhosos do que reunimos aqui; na verdade, eu acho que é a melhor coisa em que já estive envolvido. Mal podemos esperar para compartilhar com todos”.

Antes de integrar a banda estadunidense de Power Metal Kamelot, Khan já tinha sido o vocalista da Conception entre 1991 e 1998.

Refletindo o desejo da Coneption de ter um relacionamento totalmente direto com seus fãs, o álbum é totalmente financiado por fãs. Além disso, “State Of Deception” foi produzido inteiramente pelos próprios membros da banda, com tarefas misturadas realizadas por Stefan Glaumann (Rammstein, Within Temptation, Europe). O trabalho com nove faixas capta perfeitamente a amplitude de som progressivo que é marca registrada da banda, do melodrama sinfônico à utopia do riff do Rock, e conta com a participação de Elize Ryd, vocalista da banda Amaranthe.

O guitarrista Tore Østby explica: “A produção deste novo álbum foi um processo emocional e emocionante, aprofundando mais o coração e a alma da banda do que nunca. O resultado é dinâmico e intenso, realmente parece que conseguimos capturar a essência da Conception em 2020.

“Sempre dissemos que precisamos fazer o que achamos certo para a nossa música. Não podíamos limitar o escopo musical da banda, mesmo que quiséssemos”.

“Se não pensássemos que éramos capazes de superar nosso trabalho anterior, não estaríamos aqui. Estamos super orgulhosos de todas as faixas deste álbum”.

“State Of Deception” tracklist:

  1. In Deception
  2. Of Raven And Pigs
  3. Waywardly Broken
  4. No Rewind
  5. The Mansion (featuring Elize Ryd)
  6. By The Blues
  7. Anybody Out There
  8. She Dragoon
  9. Feather Moves (remastered)

Com relação à decisão de lançar o novo álbum pela própria gravadora, Khan diz: “Nós trabalhamos com gravadoras no passado e, por definição, o artista fica muito distante de sua base de fãs. Nós sentimos que era um compromisso inaceitável.”

“Para um artista ver a reação de um fã na primeira vez em que escuta uma música nova, é uma experiência extraordinariamente poderosa”, diz Østby. “Aconteça o que acontecer, são encontros compartilhados que nunca nos deixam, tanto membros da banda quanto fãs”.

“State Of Deception” é ao mesmo tempo uma declaração definitiva de lançamento do álbum, pois é também um marco na carreira, reconhecendo uma profundidade lírica que reconhece o clima social atual.

Khan explica: “As letras do álbum giram em torno de erro humano e traição, daí o título do álbum, mas também tocam em tudo, desde a fachada das pessoas às mudanças climáticas, religião e política”.

\m/ Long Live Rock! \m/

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta