Roger Waters quer tocar The Wall na fronteira dos EUA e México

Em entrevista ao AFP, Roger Waters expressou a vontade de apresentar o álbum The Wall (1979), do Pink Floyd, um dos mais célebres trabalhos de Rock da história, ao vivo em algum lugar da fronteira entre os Estados Unidos e o México em protesto contra o plano do presidente Trump de construir um muro que separa os dois países; um projeto que tem sido muito debatido em relação à sua eficácia.

“Mas antes que isso aconteça, precisa acontecer um despertar das pessoas contra as políticas de extrema direita. Os esgotos estão cheios de homens gananciosos e poderosos”, disse Waters acompanhado do baterista Nick Mason

Sobre o significado do álbum, o músico explicou: “É muito relevante agora com o Sr. Trump e toda sua conversa de construir muros e criar o máximo de animosidade entre raças e religiões. O álbum é sobre como a construção de muros pode ser prejudicial em um nível pessoal, mas também em um sentido maior”.

\m/ Long Live Rock! \m/

Be Sociable, Share!

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*