Roger Waters fala sore racismo, Pink Floyd e turnê em entrevista na Globo

Nesta sexta-feira (26/06) o Jornal da Globo apresentou uma entrevista com Roger Waters na qual ele fala sobre diversos assuntos incluindo a preparação para a próxima turnê e protestos contra o racismo nos EUA.

Falando sobre a turnê Us + Them ele disse: “Eu trabalho neste show todo santo dia aqui neste isolamento. Ele é desenhado para estádios cobertos com cenografia ao redor do público. Vai ser incrível.”

Sobre os desentendimentos com o Pink Floyd, que se arrasta há décadas, ele esclareceu que, na verdade, ele não foi à justiça para tentar evitar que o grupo continuasse a usar o nome original como a história foi contada.

“Você não pode jogar estes dois no mesmo saco. Pelo menos pra mim”, disse ele se referindo os membros ainda vivos da banda, David Gilmour e Nick Mason. “Porque o Nick [Mason] é meu amigo. E existe também esta coisa de que eu fui brigar na justiça contra eles, mas eu nunca cheguei perto de um tribunal. Só fui me aconselhar legalente se eu poderia aposentar o nome da banda e me disseram categoricamente: NÃO! Aí eu disse: ‘eu não quero o nome. Eu não sou o Pink Floyd'”, concluiu.

O nome da banda foi inspirado em dois grandes músicos estadunidenses de Blues chamados Pink Anderson e Floyd Council o que mostra a paixão deles pela música afro-americana nos anos 1960.

O ícone do Rock And Roll também falou sobre racismo e o caso George Floyd.

“Por causa do #BlackLivesMatter esta discussão voltou à tona porque o racismo é endêmico. É muito destrutivo e nojento,” disse Roger Waters antes de confessar que via o Brasil como a “meca da igualdade racial”, mas mudou de opinião quando começou a viajar pra cá:

“Antes de viajar pelo Brasil com frequencia, eu sempre tive a fantasia de que o Brasil era tipo a meca da igualdade racial. Quando eu cheguei no Brasil percebi como o país era racista. Eu mal pude acreditar e fiquei profundamente deprimido e decepcionado”, lamentou.

Ele terminou a entrevista citou a última estrofe de uma de suas mais recentes canções “Crystal Clear Brooks” (Riachos de Águas Cristalinas).

“Nossa missão é como um riacho de águas cristalinas, sabe? ‘Quando a hora chegar, no último dia, nos teremos nos saído bem se formos capazes de dizer enquanto o sol se põe em seu caminho final que nós nunca desistimos e fizemos o possível para que nossos filhos pudessem nadar em riachos de águas cristalinas'”.

Veja abaixo a entrevista completa:

\m/ Long Live Rock! \m/

Tags , , , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta