Ozzy Osbourne tem ’13 ou 14 canções realmente fortes’ para o próximo álbum de estúdio

Em um bate-papo com o co-apresentador Billy Morrison em outro episódio de “Ozzy Speaks” no Ozzy’s Boneyard do SiriusXM, Ozzy Osbourne confirmou que passou os últimos meses trabalhando no sucessor do LP “Ordinary Man” de 2020.

“Algumas pessoas interessantes estarão no álbum, o que eu realmente não posso divulgar”, disse ele.

Osbourne também falou sobre como tem sido trabalhar com Andrew Watt novamente depois de ter colaborado anteriormente com o produtor em “Ordinary Man”.

“[Andrew] entra com uma banda”, disse Ozzy. “Ele consegue algumas coisas e eu digo, ‘Sim, eu gosto disso’, ‘Não, eu não gosto disso’, ‘Tudo bem.’ Nós temos, tipo, 13 [ou] 14 músicas realmente fortes.

Questionado se ele ainda fica animado em fazer música, Ozzy disse: “É claro que fico animado. É algo criativo que eu consigo entender. Quando eu consigo algo realmente especial, eu digo, ‘Sim, este é um vencedor’. Há uma [música] chamada ‘Patient Number Nine’. É uma que escrevemos sobre Sharon [Osbourne, esposa / empresário de Ozzy] e eu.”

Em dezembro, Watt disse ao Guitar World que ele e a lenda do Black Sabbath estavam “na metade” do novo LP. “Há algumas músicas lá que têm cerca de oito ou nove minutos de duração que são viagens realmente malucas. Estou muito animado com isso”, disse ele.

Como “Ordinary Man”, que contava com Watt na guitarra, Duff McKagan (Guns N’ Roses) no baixo e Chad Smith (Red Hot Chilli Peppers) na bateria, o próximo álbum de Ozzy contará com a participação de vários músicos notáveis.

“Há um monte de gente envolvida”, disse Andrew ao Guitar World. “Não posso dizer com certeza até o final, mas comecei a fazer um monte de faixas básicas com Chad e Robert Trujillo [Metallica], que costumava tocar na banda de Ozzy. E Taylor Hawkins [Foo Fighters] também veio e tocou um monte no álbum também, o que adiciona um toque diferente – meio que remonta aos anos 80 de Ozzy, de uma forma ótima. E eu acho que é tão legal para um fã de rock poder ouvir meio álbum com Chad Smith na bateria, e então você vira e começa a ouvir Taylor Hawkins. E você sabe, o último álbum foi muito especial para todos os envolvidos. E então não havia sentido em Ozzy ou eu fazermos isso de novo, a menos que pensássemos em poderia trazer algo novo para a mesa. E eu sinto que estamos conseguindo isso.”

\m/ Long Live Rock! \m/

Tags , , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta