Ozzy Osbourne acusado de vender CDs com autógrafos “falsos”

Um autógrafo de Ozzy Osbourne é certamente um item muito valioso para muitos fãs. Portanto, um relatório do site Feelnumb está deixando as pessoas muito chateadas. Segundo o relatório, uma versão assinada do Ordinary Man, o seu mais recente trabalho, foi anunciado por um tempo limitado em CD e vinil.

Sentindo-se com “sorte”, o fã comprou 4 CDs autografados pelo valor de US$14 cada. Mas não escondeu a decepção ao recebê-los. Com fotos, ele mostra que os CDs foram realmente assinados por uma máquina conhecida como Autopen.

A foto mostra que foram feitos três tipos diferentes de autógrafos, de modo que a técnica passou despercebida. No entanto, como o fã encomendou quatro álbuns, dois vieram com a mesma assinatura – mesmo posicionados no mesmo lugar.

Chateado com a história, o jornalista critica a estratégia e diz acreditar que tudo pode ter sido um plano de Sharon Osbourne para levar o álbum ao topo das paradas. No entanto, não é possível, neste momento, saber quem foi a iniciativa. E se passou pela aprovação do artista, sua esposa e seu rótulo.

Ordinary Man é o décimo segundo álbum de estúdio de Ozzy e foi lançado em 21 de fevereiro de 2020. O primeiro single, “Under the Graveyard”, foi lançado em 8 de novembro de 2019. O álbum apresenta o baixista Duff McKagan e o guitarrista Slash of Guns N ‘Roses, baterista. Chad Smith do Red Hot Chili Peppers. Também guitarrista e produtor Andrew Watt.

\m/ Long Live Rock! \m/

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta