O novo álbum do Megadeth está pronto para ser gravado

Na quarta-feira, 8 de abril, o baixista do Megadeth, David Ellefson, conversou com o The Metal Voice, do Canadá, sobre o progresso das sessões de composição e gravação para o próximo álbum e sucessor do Dystopia de 2016. Ele disse que estão trabalhando no álbum e que já está todo escrito e pronto para ser gravado.

Disse ainda: “Na verdade, começaríamos a gravá-lo no final de março. Mas, é claro, todos acabamos tendo que cancelar o Hell & Heaven Fest na Cidade do México, que eu acho que seria no dia 15 de março. E logo depois, íamos para Nashville e começaríamos as gravações, mas com tudo fechando, obviamente, temos que colocar questões de saúde à frente para nós … E não somos apenas nós quatro – você entra no estúdio e tem uma equipe inteira de pessoas no estúdio nos serviços de transporte e todo o tipo de coisas. Todo mundo está trancado agora. Então, quando o bloqueio for suspenso e for seguro voltar – eu odeio dizer ‘vida normal’, mas será seguro basicamente se envolver nisso novamente, estaremos absolutamente pronto para o Rock”.

Lifesson afirmou que o álbum novo está bem pesado, cheio de passagens rápidas e “trhash”e, ao ser questionado sobre a sonoridade das músicas – qual álbum da banda eles se aproximam – ele diz: “Eu acho que todos os álbuns agora são uma culminação de todas as gravações. Não tem como não ser um pouco influenciado pelo passado, quero dizer, nós temos tudo desde o cru e pesado “Killing is my Business” e “Peace Sells” até momentos mais refinados do “Youthnasia” e “Crytpic Writings”. Então eu acho que o álbum terá um pouquinho de tudo, e eu acho que isso é uma boa novidade para os fãs do Megadeth, porquê nem todos são fãs de Thrash, e os thrashers não querem só ouvir baladas.”

\m/ Long Live Rock! \m/

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta