Paul McCartney processa Sony para recuperar direitos sobre a obra dos Beatles

Paul McCartney entrou com um processo contra a Sony/ATV Music Publishing e tenta recuperar os direitos como autor das canções que compôs, quando jovem, para os Beatles.

Vale lembrar que antes de passarem para as mãos da Sony, no ano passado, os direitos destas canções eram detidos por Michael Jackson, que comprou os direitos em 1985. Tal movimento causou a briga entre Macca e Michael, parceiros em canções como “The Girl Is Mine” e “Say Say Say”.

Numa declaração enviada ao site de música Pitchfork, um porta-voz do ex-beatle disse: “Paul McCartney processou hoje num tribunal federal de Nova York a Sony/ATV para confirmar o seu direito de propriedade às canções que escreveu com John Lennon e gravou com os Beatles, que lhe é conferido pela lei dos direitos de autor estadunidense”.

O ex-Beatle argumenta que, a partir de outubro de 2018, ele poderia recuperar os direitos sobre as músicas compostas por ele e John Lennon entre os anos de 1962 e 1971. Uma revisão de 1976 da legislação dos Estados Unidos estabeleceu que os artistas que tivessem vendido direitos autorais antes de 1978 poderiam reavê-los 56 anos depois, portanto McCartney já poderia executar essa cláusula legal.

O texto da ação movida em um tribunal federal de Nova York, nos Estados Unidos, afirma que McCartney contatou a Sony várias vezes desde 2008. O catálogo dos Beatles pertencia a Michael Jackson e, após a morte do artista, à sua família, até ser vendido à empresa no ano passado.

Segundo o processo, “quando o primeiro termo (dos direitos autorais vendidos) entrar em vigor em 2018, é necessária e apropriada uma declaração judicial para que Paul McCartney possa confiar tranquilamente em seus direitos”.

Em resposta, a Sony afirmou: “Trabalhamos próximos durante décadas, tanto com Paul como com os herdeiros de John Lennon, morto há 36 anos, para proteger, preservar e promover o valor dos catálogos. Estamos decepcionados que tenham apresentado esta reivindicação, que achamos que é desnecessária e prematura.”

\m/ Long Live Rock! \m/

Be Sociable, Share!

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*