Noel Gallagher doa direitos de “Don’t Look Back in Anger” para vítimas do atentado de Manchester

Na última segunda-feira, 5, Liam Gallagher criticou o irmão e ex-colega de banda Noel Gallagher por não ter se apresentado no One Love Manchester, no último domingo, 4. O show beneficente foi organizado pela cantora Ariana Grande, para arrecadar fundos para as famílias das vítimas do atentado que ocorreu em maio na cidade, deixando 22 mortos e 59 feridos.

No Twitter, o mais novo dos Gallaghers pediu desculpas por Noel não ter aparecido e depois o mandou “entrar em um avião e tocar as músicas para as crianças”. Veja abaixo.

No show, Gallagher tocou “Live Forever”, do Oasis, ao lado do vocalista Chris Martin, após o Coldplay apresentar uma cover de “Don’t Look Back in Anger”, também da ex-banda dos Gallaghers.

Mas, o músico compensou a falta na apresentação. De acordo com o Pitchfork, ele doou os direitos autorais de “Don’t Look Back in Anger” para ajudar as famílias das vítimas do atentado. A música começou a estar ligada com a tragédia quando uma multidão a cantou espontaneamente, em frente à Manchester Arena, como forma de homenagem aos mortos e feridos.

O anúncio sobre a doação foi primeiramente feito por Gordon Smart, apresentador da rádio britânica Radio X. “Acho que essa não é uma informação pública, porque ele nunca falaria sobre isso, mas descobri que assim que ‘Don’t Look Back in Anger’ foi cantada em homenagem às vítimas, ele [Noel Gallagher] se certificou de que todos os direitos autorais seriam repassados para as famílias. E isso aconteceu antes do anúncio de qualquer show.”

\m/ Long Live Rock! \m/

Be Sociable, Share!

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*