Guitarrista do Iron Maiden acha vergonhoso o uso de playback em apresentações ao vivo

Em uma conversa com o New York Post, AdrianSmith, guitarrista do IronMaiden, revelou que acha vergonhoso o fato de alguns artistas de rock dependerem de playback em apresentações ao vivo.

“Eu vejo isso com muitas bandas mais novas, e eu não acho que seja uma coisa boa”, disse Smith. “Quero dizer, a música está ficando muito mais técnica agora.”

E continuou: “Nós fizemos turnês com algumas bandas que usam fitas – não é real. Você deveria tocar ao vivo, deveria ser ao vivo. Eu não concordo com o uso de fitas… Eu acho que é uma pena.”

Enquanto isso, PaulStanley, o vocalista do Kiss, tem lutado para atingir as notas mais altas durante os shows.

De acordo com EddieTrunk, da rádio SiriusXM, um fã da banda conseguiu reembolso ao acusar o cantor de usar playback em sua turnê de despedida, End Of The Road.

Trunk comentou o fato e disse que casos envolvendo o Kiss estão comprovadas em vídeos no YouTube. “Paul está fazendo lipsync. Basta entrar no Google ou no YouTube, que há milhões de exemplos. Eles chegam a retirar esses vídeos porque são incriminadores, mas isso já foi comprovado diversas vezes na internet.”

\m/ Long Live Rock! \m/

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta