David Ellefson diz que os fãs podem esperar ‘muita diversidade’ no próximo álbum do Megadeth

Durante uma aparição no podcast “Rock ‘N’ Roll Icons With Bode James”, o baixista do Megadeth David Ellefson foi questionado se ele acha que o recentemente anunciado título provisório para o próximo álbum da banda, “The Sick, The Dying And The Dead”, ficar ou vai acabar sendo alterado.

Ele respondeu: “Como Dave [Mustaine] falou quando anunciou, ele disse, ‘Geralmente acabamos mudando o título quatro ou cinco vezes antes dele [ser lançado].’ Tínhamos um ditado nos velhos tempos: ‘Nada é definitivo até que esteja no vinil.’ Então, tudo pode mudar. Provavelmente fora o nome da banda, tudo pode mudar. É apenas um trabalho em andamento, e eu acho que essa é a beleza do mundo criativo. As pessoas querem saber as respostas, tipo, ‘Como isso soa? Parece com este álbum? Parece com aquele álbum? E é, tipo, ‘Ei, cara, eu realmente não posso te dizer’. É um trabalho em andamento até que esteja concluído. E então, quando estiver pronto, você ouvirá, e então todos teremos uma conversinha sobre isso.”

Ellefson também abordou a afirmação de Mustaine de que o próximo álbum estará “lá em cima junto com ‘Countdown [To Extinction]’, ‘Rust In Peace’ e provavelmente ‘Peace Sells’ e ‘Dystopia’.”

“Eu concordaria muito”, disse Ellefson. “Olha, o Megadeth fez muitas coisas ao longo dos anos. Alguns fãs dizem, ‘Oh, cara, faça thrash, thrash.’ E nós fazermos – ‘Dystopia’ provou isso. Mas você não pode ter apenas uma carta da manga. Nunca fomos assim. Mesmo nas primeiras gravações – ‘Killing Is My Business’ começou com um piano . ‘Peace Sells’ tinha uma música chamada ‘Good Mourning’, que entrou em ‘Black Friday’; era basicamente uma espécie de guitarra acústica. Fizemos muitas coisas diferentes ao longo dos anos. Então, com o Megadeth , você tem muita diversidade. E os músicos que estão no grupo, acho que desafiamos uns aos outros; elevamos o padrão uns para os outros. E isso nos inspira a continuar criando coisas de nível superior. Acho que é meio que a beleza do que você ganha com o Megadeth – é que você ganha muito. Você ganha um belo big bang pelo seu dinheiro, eu acho.”

As primeiras sessões do LP aconteceram em 2019 com o co-produtor Chris Rakestraw, que já havia trabalhado em “Dystopia”.

\m/ Long Live Rock! \m/

Tags , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta