Chris Jericho defende a decisão do Fozzy de fazer shows durante a pandemia de coronavírus

A banda estunidense de Heavy Metal Fozzy voltou à atividade ao vivo pela primeira vez em sete meses no da semana passada quando a banda fez três shows em Dakota do Sul, Dakota do Norte e Iowa.

Um fã postou uma foto do show do último sábado sábado à noite em Minot, Dakota do Sul, que parece mostrar não haver o distanciamento social, apesar da pandemia do coronavírus.

Durante sua transmissão ao vivo de “Saturday Night Special”, o vocalista do Fozzy, Chris Jericho, defendeu a decisão de sua banda de seguir com as datas, dizendo que ficou surpreso ao saber que os shows ainda estavam acontecendo depois que a turnê “Save The World” do Fozzy tinha sido adiada duas vezes.

“Na verdade, fizemos [dois] shows [até agora] esta semana. E a razão para isso é que tivemos nossa turnê – a turnê ‘Save The World’ – que estava originalmente marcada para abril e maio, adiada para julho e agosto, foi adiada [novamente] para outubro e novembro. Mas faltaram quatro shows em agosto. E eu fiquei, tipo, ‘Como?’ Os shows são em Dakota do Sul e Dakota do Norte, e temos um em Fort Madison, Iowa, que fica perto da fronteira de Dakota do Sul.”

Os shows do Fozzy, aparentemente, receberam luz verde para continuar porque, embora os casos diários de vírus tenham apresentado tendência de aumento na Dakota do Sul, a média de sete dias ainda é de apenas 84, com menos de duas mortes por dia.

Jericho disse: “A razão pela qual os shows estão acontecendo/aconteceram – já fizemos dois, e temos o nosso terceiro esta noite – é porque esses estados de Dakota do Norte e Dakota do Sul têm casos de COVID baixos; menos de mil em ambos os estados. Acho que a Flórida tinha, tipo, nove mil só hoje. Os locais são do lado de fora ou têm metade da capacidade. Estamos lotados esta noite em Minot com, eu acho, 50 por cento da capacidade. Na noite passada, estava esgotado em Sioux Falls, Dakota do Sul com, acho que era de 35 por cento da capacidade. Distribuímos máscaras na porta, há verificações de temperatura – todo esse tipo de coisa. Basicamente, ficamos no ônibus o dia todo. Todos no acampamento do Fozzy – equipe e banda – foram testados.”

Segundo Jericho, os dois primeiros shows foram bem. “Tem sido ótimo estar de volta aos palcos depois de sete meses”, disse ele. “O último show que tocamos foi no cruzeiro Jericho, o que é tão difícil de acreditar – era como se estivesse em um planeta diferente, nos dias antes de ‘rona [diminutivo para coronavirus] mudar tudo.”

O Fozzy se apresentou em Sturgis, Dakota do Sul, como parte do 80º Sturgis Motorcycle Rally anual, onde tinha uma expectativa de um público de 250 mil pessoas. Máscaras são incentivadas, mas não exigidas no festival de 10 dias, que é amplamente livre de restrições de distanciamento social comuns em outras partes do país.

\m/ Long Live Rock! \m/
Tags , , , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta